GOLPISTAS QUE VENDIAM MESTRADO E DOUTORADO NO AM SÃO PRESOS

Golpistas que vendiam mestrado e doutorado falsos no AM são presos

Manaus – Os empresários Jacobe Almeida Barbosa e Katarina Souza Corrêa foram presos na manhã desta quinta-feira (6), em cumprimento a mandados de prisão solicitados pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), pelo crime de estelionato. As prisões aconteceram nos estados do Maranhão e Paraná.

De acordo com o delegado Aldeney Goes, as investigações iniciaram após várias pessoas procurarem a especializada informando que adquiriram cursos de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) e, posteriormente, descobriram que haviam sido enganadas com pós graduações lato sensu, válidas apenas como especializações. Em alguns casos, as falsas especializações não possuíam valor acadêmico.


Goes destacou que os cursos foram lançados pelos suspeitos e que eles tinham um representante no Amazonas identificado como Márcio Fabrício da Silva, que era responsável por vender os falsos cursos por valores que chegavam a até R$ 24.450,00.

“Haviam muitas irregularidades que foram identificadas pela nossa investigação. Materiais com estudos errôneos eram fornecidos aos alunos e informações eram contraditórias. Essas pessoas estudaram por quatro anos e no final descobriram que não receberiam diploma”, explicou.

Jacobe foi preso por volta das 10h, no bairro Centro, de Timon/MA, por policiais civis do local. Já Katarina Souza Corrêa foi presa em Balneário Porto Fino, no Paraná.

“Fizemos várias buscas por Mário, mas ele ainda não foi localizado. Não conseguimos definir a quantidade de vítimas. Há informações que eles atuam em outros estados e aqui no Amazonas já atuavam desde 2014. As investigações irão prosseguir e vamos continuar as buscas pelo representante deles aqui no Estado”, concluiu Goes.

fonte: https://d.emtempo.com.br/policia/215199/golpistas-que-vendiam-mestrado-e-doutorado-falsos-no-am-sao-presos

Outras notícias