IDOSA OBTÉM DOUTORADO AOS 91 ANOS

IDOSA OBTÉM DOUTORADO AOS 91 ANOS

Uma francesa de 91 anos se tornou a pessoa de idade mais avançada na França a obter um doutorado, depois de concluir uma tese na qual ela vem trabalhando há cerca de três décadas. Pelo trabalho, defendido nesta terça-feira, Colette Bourlier recebeu também uma menção honrosa da banca de avaliação na Universidade da Franche-Comte, em Besancon, no Leste da França.

A tese `Trabalhadores imigrantes em Besancon na segunda metade do século XX` foi escrita com base em sua própria experiência como professora em programas literários para imigrantes na cidade onde mora.

– Levou algum tempo para escrever porque eu fiz intervalos – disse Colette à Agência France-Presse.

Ela decidiu estudar para obter o doutorado depois de se aposentar, em 1983. Normalmente, um estudante leva três anos para conseguir um doutorado na França, mas Colette foi uma pesquisadora `extremamente atípica`, de acordo com o professor Serge Ormaux, um de seus tutores.

– Ela é provavelmente a única pessoa que que sabia de todos os aspectos com tantos detalhes e que podia amarrar tudo. Ela embasou sua pesquisa com análises estatísticas – explicou Ormaux.

Fonte: O Globo – 17/03/2016 – Rio de Janeiro, RJ

Outras notícias