VALOR ECONÔMICO VEICULA MATÉRIA SOBRE DIFICULDADES PARA REVALIDAÇÃO

VALOR ECONÔMICO VEICULA MATÉRIA SOBRE DIFICULDADES PARA REVALIDAÇÃO

Com o título ‘A ÁRDUA TAREFA DE VALIDAR UM DIPLOMA DE FORA’, o conceituado jornal VALOR ECONÔMICO, de 27 de fevereiro de 2012, em reportagem de capa e em farta matéria no caderno D, faz uma abordagem real sobre as dificuldades que os brasileiros encontram para revalidarem seus títulos de pós-graduação obtidos no estrangeiro e sobre os impedimentos políticos colocados por algumas ‘autoridades’.

Com extrema clareza, a reportagem nos traz o cenário burocrático e político que reveste os pedidos de revalidações e a demora que as Universidades levam para efetuarem os despachos, quando não os ignora, sempre justificando que não possuem quadro de profissionais para tal. Quadro de profissionais certamente possuem, o que não possuem é a vontade política e a coragem para confrontarem com as pressões de bastidores que alguns órgãos impõem às Universidades para que não revalidem os títulos, visando não ampliar o quadro de mestres e doutores no Brasil e nem colocar em risco os benefícios de alguns poucos.

Por tudo isso, e pelo baixo índice de mestres e doutores que o Brasil apresenta em comparação com a sua população (apenas 1,4 doutores por mil habitantes), já está na hora de nossos governantes romperem as amarras que, sobretudo, a CAPES impõe a nação. 

O ”medo”que alguns mestres e doutores apresentam com a possibilidade de expansão do número de profissionais titulados, especialmente quando originários do Mercosul e de Portugal, com os quais o Brasil tem Acordos e descumpre, só demonstra a fragilidade das formações daqueles mestres e doutores, pois se assim não fosse que valesse, então, a livre competição do mercado.

Outras notícias